“As térmitas constituem uma das cerca de 30 ordens dos insetos. Embora se assemelhem a formigas, são mais aparentadas com as baratas, uma vez que evoluíram, há 100 milhões de anos, de um tipo primitivo de barata comedora de madeira, atualmente extinta. Atualmente, são conhecidas três espécies de térmitas nos Açores: a térmita de madeira húmida (Kalotermes flavicollis), a térmita de madeira seca (Cryptotermes brevis) e a térmita subterrânea (Reticulitermes grassei).
A identificação das térmitas é relativamente difícil, ainda que seja possível detetar a sua presença:

  1. Pelas asas que se acumulam nas janelas e claraboias durante os meses de Maio a Agosto (períodos de reprodução);
  2. Pelos montículos de dejetos (granulado) que se acumulam nos soalhos, debaixo dos móveis, junto de rodapés, etc.

Uma vez que o processo de identificação é complexo, deverá contactar a Câmara Municipal da sua área de residência, para que um técnico possa efetuar uma vistoria à habitação. No caso de serem encontradas térmitas, solicite ao técnico informação sobre o nível de infestação, a fim de poder selecionar a intervenção mais eficaz. Como a identificação da térmita de madeira seca é a mais difícil, poderá implicar o envio, por técnicos da câmara municipal, de amostras de partículas fecais e/ou asas para o Grupo de Biodiversidade do Departamento de Ciências Agrárias da Universidade dos Açores.”
Fonte : sostermitas.angra.uac.pt

Mais informações em : sostermitas.angra.uac.pt

Se suspeitar da presença de térmitas na sua habitação, não hesite!
Contacte o Gabinete Técnico da Câmara Municipal de Vila do Porto
e solicite uma vistoria técnica.

Gabinete técnico : 296 820 157
Geral : 296 820 000
Email : geral@cm-viladoporto.pt

Relatório final da campanha SOS Térmitas - Unidos na Prevenção
Faça Download aqui